Protetor solar: cuidados com o sol no verão

Postado por explay em 03/dez/2021 - Sem Comentários

Com a chegada do verão, a exposição solar é inevitável, mas deve ser feita da maneira correta, sempre após a aplicação do protetor solar

Para aproveitar os dias mais quentes com segurança, é importante ter atenção para alguns cuidados essenciais com a pele, como por exemplo, o uso indispensável do protetor solar.

No entanto, não é somente na praia que devemos nos preocupar com a proteção solar. A aplicação do filtro deve ser feita todos os dias, para evitar danos causados pelos raios UVA e UVB.

Assim você poderá desfrutar dos benefícios que o sol pode proporcionar para a saúde e ainda garantir um bronzeado que é a cara do verão.

Benefícios dos raios solares

O sol proporciona inúmeros benefícios para a saúde humana, entre eles, a produção de vitamina D que ajuda na redução dos riscos de osteoporose, melhora no sistema imunológico e contribui para uma recuperação mais rápida de infecções causadas por vírus e bactérias.

Além disso, também influencia de maneira positiva a qualidade do sono e na prevenção de doenças como a depressão.

Mas lembre-se, para garantir que sua exposição ao sol tenha efeitos benéficos, não deixe de usar o protetor solar adequadamente e evite colocar a sua saúde em risco como nos exemplos a seguir.

Problemas que o protetor solar ajuda prevenir

Quando ficamos expostos aos raios solares sem o uso de protetor solar, ficamos sujeitos a alguns problemas na bem incômodos na pele, por exemplo:

  • Queimaduras
  • Envelhecimento precoce
  • Surgimento de melasmas
  • Ressecamento da pele
  • Câncer de pele

Mais importante do que aplicar o protetor solar diariamente é fazer sua manutenção a cada três horas para reforçar os cuidados com a sua pele no verão.

Agora que você já sabe como se proteger contra os raios solares, é só aproveitar as férias. Acesse nosso site e fique por dentro de mais dicas como esta.

Reconstrução mamária: como a cirurgia plástica ajuda na renovar a autoestima

Postado por explay em 25/out/2021 - Sem Comentários

A reconstrução mamária é uma cirurgia plástica que auxilia mulheres submetidas ao tratamento cirúrgico do câncer das mamas a recuperar mais rapidamente sua autoestima

Uma das partes do corpo mais associadas ao sexo feminino são os seios. Ironicamente, o câncer nesta região é o que mais acomete mulheres no mundo inteiro. Com o diagnóstico precoce e posteriormente com o procedimento de reconstrução mamária, é possível tratar a doença e caminhar rumo à recuperação.

O problema é que o tratamento não envolve somente os cortes e cicatrizes resultantes da cirurgia que retira parte ou a totalidade de uma ou as duas mamas da paciente. Ele também deixa sequelas psicológicas que podem afetar profundamente a autoestima da mulher que se sente incompleta.

Até há aproximadamente trinta anos, esta questão era subjugada e poucas se sentiam no direito de querer reaver o que lhes foi tirado para preservar a vida, afinal, ela sobreviveu.

Mas daquela época até hoje, com o melhor estudo e compreensão dos prejuízos que pode trazer para a vida da mulher, é viabilizada uma alternativa: a cirurgia plástica de reconstrução mamária.

Como a cirurgia plástica ajuda na recuperação da autoestima

No ano de 2009, foram feitas 18 mil cirurgias de reconstrução mamária somente no Brasil, já em 2014, o número subiu para 103 mil cirurgias. Uma prova da importância deste passo para seguir em frente.

Diferente de outros procedimentos estéticos, este é mais delicado e exige do cirurgião, grande perícia. É preciso que ele avalie o quadro geral da paciente para entender como está a saúde do tecido da região, além de decidir qual a técnica mais adequada para cada paciente.

A reconstrução mamária pode ser imediata, quando realizada no mesmo ato cirúrgico da retirada parcial ou total da mama, ou tardia, quando realizada meses após o procedimento. Também poderá utilizar tecidos do próprio corpo assim como implantes de silicone.

A cirurgia será autorizada somente após a confirmação de que a paciente tem condições plenas para realização do procedimento, como em qualquer outra cirurgia plástica. Aqui o foco é na saúde da mulher.

Após o procedimento em que se remove as aréolas e sua cicatrização, é possível que a mulher opte, ainda, por “reconstruir” as aréolas por meio de cirurgia complementar ou de tatuagens realistas.

Diversas iniciativas já contam com projetos desse aspecto que ajudam a devolver a autoestima para mulheres que passaram pelo tratamento de câncer de mama.

Agende uma consulta com o Dr. Marcos Grillo

Se você está se recuperando de um tratamento para câncer de mama e deseja ter sua autoestima resgatada, agende hoje mesmo uma consulta conosco. Nós queremos te ajudar!

Feliz Natal e 2014 repleto de saúde e paz

Postado por Marcos Grillo em 23/dez/2013 - Sem Comentários

Desejo a todos um Feliz Natal e Ano Novo repleto de Saúde, Luz e Paz.

A escolha adequada do volume do implante mamário

Postado por Marcos Grillo em 23/set/2013 - Sem Comentários

O volume do implante a ser escolhido depende do desejo da amplitude de aumento do volume atual das mamas e da correta indicação do cirurgião.
O principal é obter uma proporcionalidade entre a altura da paciente, a largura dos ombros, a largura do quadril. Baseado nestas três medidas e tendo a largura e o comprimento da base da mama, sugerimos o volume do implante a ser colocado. Evidentemente, a quantidade ou volume do tecido mamário e adiposo presentes nas mamas são importantes para esta escolha.

Portanto, pode-se escolher um volume de implante pequeno e se obter um tamanho mamário final grande!

Matemática associada a Arte !

Aumentam as cirurgias plásticas em homens

Postado por Marcos Grillo em 30/Maio/2013 - Sem Comentários

A cada ano que passa, o número absoluto de cirurgias plásticas em homens aumenta.

Hoje estas representam entre 10 e 15% das cirurgias nas mulheres. As mais procuradas  são a lipoaspiração, o transplante capilar, a rinoplastia e abdominoplastia.