Mastoplastia ou Mastopexia? Entenda a diferença

Postado por explay em 20/Maio/2022 - Sem Comentários

Seja para aumentar o volume dos seios ou apenas levantá-los, a mastoplastia e a mastopexia estão no topo das cirurgias plásticas mais solicitadas

Entre as cirurgias plásticas mais requisitadas pelas pacientes de clínicas de estética estão as mastoplastias, ambas recomendadas para correções dos seios, porém com indicações diferentes para cada procedimento.

Neste blog, você vai conhecer as principais características e para quais casos elas são mais indicadas. Continue sua leitura e descubra!

Devo fazer qual tipo de mastoplastia?

Mastoplastia é o nome “genérico” para todos os tipos de cirurgias plásticas mamárias.

Esta decisão vai depender primeiramente do objetivo que você deseja alcançar. Em resumo, a mastoplastia de aumento é recomendada para aumentar o tamanho dos seios, enquanto a mastopexia é toda cirurgia em que se faz o levantamento das mamas destinada para corrigir o caimento natural das mamas, que ocorre com o passar do tempo.

Mas as diferenças não param por aí. Entenda mais a seguir.

Tipos de mastoplastia

Existem 3 tipos deste procedimento que podem variar conforme a necessidade de cada paciente.

Mastoplastia redutora: diminuir o volume e moldar as mamas;

Mastoplastia de aumento: aumenta o volume das mamas com implante mamária;

Mastoplastia reconstrutiva: reparo das mamas e de pacientes que se submeteram a uma mastectomia para tratamento de câncer. 

Mastopexia

Indicada para correção da ptose (queda) da mama. Por meio do procedimento cirúrgico, é possível retirar o excesso de pele e gordura da região. A musculatura e as aréolas são reposicionadas, elevando as mamas com mais naturalidade.

O uso de prótese de silicone nem sempre é necessário, mas esta alternativa pode variar de acordo com cada caso.

Quer saber mais sobre os procedimentos? Agende uma consulta com o Dr. Marcos Grillo, médico especialista em cirurgias plásticas estéticas e modeladoras. Há quase 30 anos no mercado, ele atende em sua clínica em Curitiba.

Mastoplastia de aumento: você turbinada em 2020

Postado por explay em 18/dez/2019 - Sem Comentários

No verão aumenta a procura pela mastoplastia de aumento.

A mastoplastia de aumento é o nome técnico dado ao implante de próteses de silicone nos seios. Agora, com a chegada do verão e com os corpos mais à mostra, aumenta a procura por este procedimento nas clínicas de cirurgia plástica.

Isto é, como o próprio nome já diz, na mastoplastia de aumento o objetivo é aumentar o tamanho dos seios, bem como levantá-los. Além disso, a cirurgia tem recuperação rápida, e os cortes são bem pequenos.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO

A exposição solar em excesso e sem proteção deve ser evitada por todos, e especialmente pelos pacientes que estão no período de recuperação pós-operatório.

Ou seja, o sol é prejudicial para o edema e a pigmentação pós-operatória, e pode provocar inchaços e vasodilatação.

Por isso, o tempo mínimo recomendado sem exposição solar após qualquer cirurgia é de 30 dias. Dependendo no caso, pode ser mais.

CICATRIZES CADA VEZ MENORES

Contudo, a mastoplastia de aumento é um procedimento considerado simples, e se faz com anestesia peridural e sedação, mas pode ser realizada sob anestesia geral ou até local em alguns casos. Com o corte no sulco mamário do seio, as cicatrizes estão cada vez menores, quase que imperceptíveis.

SINAIS PARA A TROCA DOS IMPLANTES

Inclusive, vale lembrar que as mulheres com próteses mamárias devem sempre realizar os exames periódicos, como a mamografia.

Porém, além dos exames periódicos, a paciente deve fazer o autoexame e ficar atenta a sinais que possam indicar alguma alteração nas próteses, como:

– incômodo na região;
– dor ou coceira nos seios;
– cistos ou latejamento.

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade.

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Então, entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo.

Mastoplastia de aumento – atrás ou na frente do músculo?

Postado por Marcos Grillo em 09/jan/2013 - Sem Comentários

Uma das questões mais frequentes das pacientes interessadas na colocação de um implante mamário é se este implante será colocado “atrás ou na frente do músculo”.

Existem indicações para a escolha do plano de inclusão dos implantes.

Indica-se a colocação retro peitoral (“atrás do músculo”) quando as mamas são muito pequenas e a paciente muito magra.
Indica-se a colocação do implante pré peitoral ou subfascial (“na frente do músculo”) quando existe tecido mamário suficiente para encobrir todo o implante evitando principalmente o aparecimento das bordas do mesmo.

Nas pacientes em que exista a indicação da colocação dos implantes no plano pré peitoral, pode-se também optar pela escolha do plano  retro peitoral. Porém não se pode colocar os implantes no plano pré peitoral quando a indicação é retro peitoral.

Na dúvida, converse muito bem com seu cirurgião!!!