Autoestima pode ser melhorada com a cirurgia plástica.

Postado por explay em 12/jun/2019 - Sem Comentários

Uma boa autoestima é essencial para a saúde do corpo e da mente.

Hoje vamos falar sobre como a cirurgia plástica pode melhorar e aumentar a autoestima. Afinal, existe uma certa polêmica sobre o assunto, motivada por muita desinformação a respeito dos procedimentos e dos resultados obtidos.

Para começar, vamos repassar alguns conceitos básicos:

O QUE É UMA CIRURGIA PLÁSTICA?

Cirurgia Plástica é a associação entre ciência e arte para beneficiar a restauração da anatomia humana. Ela pode ser dividida em dois grandes grupos: a Cirurgia Plástica Reparadora e a Cirurgia Plástica Estética.

CIRURGIA PLÁSTICA REPARADORA

A Cirurgia Plástica Reparadora tem a finalidade de recompor a anatomia alterada, tanto pelas enfermidades congênitas quanto pelas enfermidades adquiridas.

CIRURGIA PLÁSTICA ESTÉTICA

A Cirurgia Plástica Estética tem a finalidade de prevenir e restaurar as alterações anatômicas que mudam a estética das várias partes do corpo humano.

O QUE É AUTOESTIMA?

A autoestima é o julgamento que cada um faz de si mesmo, e a capacidade de gostar de si. E o caminho mais viável para uma boa avaliação é o autoconhecimento.

Formada ao longo da infância, a autoestima pode se modificar de acordo com o contexto e o ambiente em que vivemos.

A autoestima é importante não só por questões sociais, mas também para a saúde de nosso corpo. Pessoas com boa autoestima são mais motivadas a cuidar de si, e têm menos chances de sofrer de depressão, por exemplo.

CIRURGIA PLÁSTICA E AUTOESTIMA

Quando o incômodo com algo em nosso corpo começa a afetar a autoestima, provocando mudança nos hábitos e alterações no comportamento, uma cirurgia plástica pode ajudar.

A otoplastia, por exemplo, que é a cirurgia para correção das orelhas de abano, é um procedimento relativamente simples. E pode poupar anos de bullying em uma criança, e horas de terapia na fase adulta.

Como a maioria da população mundial não é formada por monges budistas, estar bem consigo mesmo passa muitas vezes por estar bem com o seu corpo.

Se você acha que algo nele pode melhorar, procure um cirurgião plástico com credibilidade. Sem dúvidas ele fará uma avaliação técnica e profissional, e lhe indicará o melhor procedimento. Mesmo que este não seja uma cirurgia.

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade.

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Naturalidade

Postado por Marcos Grillo em 01/ago/2013 - Sem Comentários

“Como você está bem!!!” …  “Como você está bonita!!!”  …   “Como você está em forma!!!” …
Estas são algumas das afirmações que denotam o melhor resultado de uma cirurgia plástica.
O resultado natural de uma cirurgia plástica é o mais importante. As pessoas ao redor não podem imaginar que a paciente fez uma cirurgia.

“Como sua cirurgia plástica ficou boa!!!” …. denota a falta de naturalidade, o exagero, a artificialidade de um resultado cirúrgico. Muitas vezes supercílios muito altos, narizes arrebitadíssimos, pescoços extensivamente angulados, mamas arredondadas demais, barrigas super esticadas, são bonitos em fotografias de congressos de cirurgia plástica mas … na maioria das vezes são desproporcionais ao restante da face, do tronco e da silhueta.

Portanto, naturalidade e proporcionalidade são os objetivos principais de uma cirurgia plástica bem feita!

Cirurgia do rejuvenescimento facial

Postado por Marcos Grillo em 06/fev/2013 - Sem Comentários

O objetivo da ritidoplastia ou “facelift” é devolver ao paciente uma aparência mais rejuvenescida, condizente com a idade cronológica e sem nenhum estigma de cirurgia. Isto é, o paciente se reapresenta ao convívio social com um ar de descanso e naturalidade.
Divide-se o rejuvenescimento facial em procedimentos cirúrgicos realizados nos terços superior, médio e inferior da face.

No terço superior (testa, supercílios e pálpebras), a cirurgia videoendoscópica é a técnica mais moderna, com cicatrizes reduzidas e sem alongar a fronte (testa). A blefaroplastia (plástica das pálpebras) também evoluiu muito nos últimos anos, sendo mais econômica na retirada dos excessos das bolsas e da pele, evitando a esqueletização das órbitas.

No terço médio se realiza a dissecção do retalho de pele e tecido celular subcutâneo para se fazer a abordagem do SMAS (sistema músculo aponeurótico superficial) que representa a suspensão da musculatura facial que se apresenta flácida devido a ação da força da gravidade. Assim se recompõe o volume da região malar (maçã do rosto) e se suavizam os sulcos nasolabiais (“bigode chinês).

No terço inferior da face, o rebordo mandibular é reconstituído por meio da tração do SMAS e parte do músculo platisma. Esse mesmo músculo que recobre as estruturas do pescoço pode ser abordado lateralmente e medialmente para o rejuvenescimento do mesmo.