Arquivo da Categoria "Sem categoria"

Mini abdominoplastia para reduzir a flacidez.

Postado por explay em 29/jul/2019 - Sem Comentários

A mini abdominoplastia, também chamada de mini dermolipectomia, é indicada quando a flacidez da pele e dos tecidos é moderada. Ela é feita especificamente na região entre o umbigo e a púbis.

Como o próprio nome já diz, ela é uma versão reduzida da abdominoplastia clássica. O excesso de pele na região é retirado, e pode ainda ser feita a costura dos músculos reto abdominais abaixo do umbigo.

Assim como na abdominoplastia, a mini abdominoplastia também pode ser feita associada a uma lipoaspiração.

PASSO A PASSO DA MINI ABDOMINOPLASTIA

– Uma incisão é feita na parte inferior do abdômen;

– O excesso de pele é retirado, ou ela é tracionada até a região central, onde a gordura será ressecada;

– Caso seja necessário, pode ser feita a costura da musculatura reto abdominal;

– Fecha-se o ferimento por planos e é colocado o curativo.

QUANDO A MINI ABDOMINOPLASTIA É INDICADA?

Geralmente, a mini abdominoplastia é indicada para pacientes magros, no peso ideal, mas que apresentam uma pequena flacidez abdominal abaixo do umbigo. Esses pacientes não apresentam flacidez suficiente para passar por uma abdominoplastia tradicional.

Em alguns casos ela pode ser indicada também quando há o afastamento dos músculos reto abdominais na região.

PÓS OPERATÓRIO

A internação para a mini abdominoplastia é de 12 horas. A anestesia pode ser local com sedação ou peridural com sedação em alguns casos específicos. O retorno às atividades cotidianas geralmente ocorre em 5 a 10 dias, e às atividades físicas em 20 dias.

A cicatriz é praticamente da extensão de uma cicatriz de cesariana.

Durante o pós-operatório, você pode contar com a Clínica Novva Estética e Saúde. Os profissionais são especializados em dar sequência aos tratamentos pós cirúrgicos para garantir o bem-estar dos pacientes.

Cirurgia plástica é coisa séria, e realizamos o nosso trabalho sempre nos capacitando para proporcionar os melhores cuidados, e a segurança máxima aos nossos clientes. 

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade. 

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Plástica Facial: quando devo fazer?

Postado por explay em 12/jul/2019 - Sem Comentários

Está na dúvida se já chegou a hora de fazer uma plástica facial, e qual procedimento fazer? Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia indicam que a cirurgia das pálpebras é a plástica facial mais procurada pelos brasileiros, seguida pelo lifting e a plástica do nariz.

Agora, quanto à idade certa para recorrer a uma plástica facial, a resposta é: depende.

Depende porque são muitos fatores que levam a um envelhecimento irreversível da pele. E quando os tratamentos dermatológicos já não são suficientes para suavizar os efeitos do envelhecimento no rosto, é hora da plástica facial.

Geralmente, a cirurgia de lifting começa a ser indicada a partir dos 45 anos. Em casos mais suaves, pode-se inclusive optar por um mini lifting, que é um procedimento menos agressivo e com recuperação mais simples.

QUAIS FATORES PROVOCAM O ENVELHECIMENTO DA PELE?

Além da questão genética, a pele envelhece por outros fatores como:

– Maior exposição ao sol sem uso de filtros solares;

– Tabagismo, que prejudica a elasticidade da pele e causa rugas principalmente ao redor dos lábios;

– Alimentação desequilibrada;

– Acne severa, entre outros.

RECUPERAÇÃO DA PLÁSTICA FACIAL

A plástica facial pode ser feita com anestesia geral, ou local com sedação.

Para o lifting facial, o tempo de recuperação é de 20 a 30 dias. Nesse período o paciente não pode fazer esforço físico, sendo indicado o repouso.

Durante o pós-operatório, você pode contar com a Clínica Novva Estética e Saúde. Os profissionais são especializados em dar sequência aos tratamentos pós cirúrgicos para garantir o bem-estar dos pacientes.

Cirurgia plástica é coisa séria, e realizamos o nosso trabalho sempre nos capacitando para proporcionar os melhores cuidados, e a segurança máxima aos nossos clientes. 

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade. 

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Abdominoplastia para acabar com a flacidez

Postado por explay em 28/jun/2019 - Sem Comentários

A abdominoplastia é a cirurgia plástica realizada na região da barriga, para remover o excesso de gordura e combater a flacidez. Ela melhora toda a estética abdominal, contribuindo para a melhora da autoestima dos pacientes.

Veja a relação da cirurgia plástica com a autoestima nesse outro post de nosso blog.

COMO A ABDOMINOPLASTIA É REALIZADA


Na abdominoplastia, removemos o excesso de gordura abdominal, o excesso de pele ao redor do umbigo que provoca a flacidez, e também as estrias da região.

Dependendo do caso, a abdominoplastia pode também ser realizada em conjunto com uma lipoaspiração, reduzindo ainda mais o volume abdominal.

BENEFÍCIOS DA ABDOMINOPLASTIA


COMBATE À FLACIDEZ


Quem tem muita flacidez na região abdominal, pode reduzi-la consideravelmente com a abdominoplastia. O ideal é que a cirurgia acompanhe toda uma mudança de hábitos no paciente, incluindo a prática de exercícios e alimentação adequada.

ELIMINAÇÃO DAS ESTRIAS


Com a remoção da pele flácida na região, eliminamos também as estrias localizadas ao redor do umbigo.

DIMINUIÇÃO DA DIÁSTASE


Com a abdominoplastia, suavizamos também o aspecto da diástase. Ela é a separação dos músculos abdominais, que surge geralmente após a gestação, ou após perda de peso excessiva. 

TIPOS DE ABDOMINOPLASTIA


De acordo com os objetivos e a estrutura abdominal de cada paciente, existe um tipo de abdominoplastia específico a ser realizado.

MINI ABDOMINOPLASTIA


É indicada quando não há muita pele a ser removida. A incisão é menor, e não necessita mexer na posição do umbigo. 

ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA


Quando é preciso remover uma maior quantidade de tecido e de gordura, é realizada a abdominoplastia clássica. Nela o umbigo é reposicionado, para um melhor resultado estético.

ABDOMINOPLASTIA EM ÂNCORA


Quando o paciente perdeu muito peso rapidamente, como nos casos de cirurgias bariátricas, é realizada a abdominoplastia em âncora. Nela é retirado todo o excesso de pele da região.

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA


O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade. 

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Autoestima pode ser melhorada com a cirurgia plástica.

Postado por explay em 12/jun/2019 - Sem Comentários

Uma boa autoestima é essencial para a saúde do corpo e da mente.

Hoje vamos falar sobre como a cirurgia plástica pode melhorar e aumentar a autoestima. Afinal, existe uma certa polêmica sobre o assunto, motivada por muita desinformação a respeito dos procedimentos e dos resultados obtidos.

Para começar, vamos repassar alguns conceitos básicos:

O QUE É UMA CIRURGIA PLÁSTICA?

Cirurgia Plástica é a associação entre ciência e arte para beneficiar a restauração da anatomia humana. Ela pode ser dividida em dois grandes grupos: a Cirurgia Plástica Reparadora e a Cirurgia Plástica Estética.

CIRURGIA PLÁSTICA REPARADORA

A Cirurgia Plástica Reparadora tem a finalidade de recompor a anatomia alterada, tanto pelas enfermidades congênitas quanto pelas enfermidades adquiridas.

CIRURGIA PLÁSTICA ESTÉTICA

A Cirurgia Plástica Estética tem a finalidade de prevenir e restaurar as alterações anatômicas que mudam a estética das várias partes do corpo humano.

O QUE É AUTOESTIMA?

A autoestima é o julgamento que cada um faz de si mesmo, e a capacidade de gostar de si. E o caminho mais viável para uma boa avaliação é o autoconhecimento.

Formada ao longo da infância, a autoestima pode se modificar de acordo com o contexto e o ambiente em que vivemos.

A autoestima é importante não só por questões sociais, mas também para a saúde de nosso corpo. Pessoas com boa autoestima são mais motivadas a cuidar de si, e têm menos chances de sofrer de depressão, por exemplo.

CIRURGIA PLÁSTICA E AUTOESTIMA

Quando o incômodo com algo em nosso corpo começa a afetar a autoestima, provocando mudança nos hábitos e alterações no comportamento, uma cirurgia plástica pode ajudar.

A otoplastia, por exemplo, que é a cirurgia para correção das orelhas de abano, é um procedimento relativamente simples. E pode poupar anos de bullying em uma criança, e horas de terapia na fase adulta.

Como a maioria da população mundial não é formada por monges budistas, estar bem consigo mesmo passa muitas vezes por estar bem com o seu corpo.

Se você acha que algo nele pode melhorar, procure um cirurgião plástico com credibilidade. Sem dúvidas ele fará uma avaliação técnica e profissional, e lhe indicará o melhor procedimento. Mesmo que este não seja uma cirurgia.

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade.

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Mamoplastia após a gravidez.

Postado por Marcos Grillo em 29/maio/2019 - Sem Comentários

A mamoplastia corrige o formato dos seios após a gravidez.

Mamoplastia (ou mastoplastia) é o nome técnico da cirurgia plástica que modifica o formato das mamas. Ela pode ser feita para aumentar, diminuir, ou levantar os seios, tornando-os mais proporcionais ao formato do corpo.

O procedimento é muito procurado por mulheres após a gravidez, já que as alterações hormonais e a amamentação podem alterar o formato dos seios. Para esses casos, existem 2 tipos de cirurgia: a mamoplastia de redução e a mamoplastia de aumento dos seios.

MAMOPLASTIA DE REDUÇÃO

Algumas mulheres podem ficar com os seios aumentados após a gravidez. E se eles já eram volumosos, isso pode se tornar um problema.

Na mamoplastia de redução, retira-se uma parte do seio, deixando-o mais proporcional e harmonioso com o restante do corpo.

MAMOPLASTIA DE AUMENTO

Em outros casos, a mulher pode ficar com o seio menor e mais flácido após a gestação e amamentação. Na mamoplastia de aumento, são utilizadas as próteses de silicone para aumentar o tamanho dos seios.

CICATRIZES CADA VEZ MENORES

Ambos os procedimentos são considerados simples, apesar de ser necessária anestesia geral.

As cicatrizes podem ser curtas ou mais extensas. Nas mamas mais caídas, as cicatrizes são mais longas, pois há necessidade de remover mais pele.


As cicatrizes areolares sempre estão presentes quando se precisa reduzir ou levantar as mamas. Já na mamoplastia de aumento, o cirurgião também pode optar por implantar as próteses através de um corte areolar.

SILICONE NÃO PREJUDICA A AMAMENTAÇÃO

Quando falamos em silicone e amamentação, surgem muitas dúvidas, e existe o mito de que as próteses podem prejudicar o aleitamento. Mas já está comprovado que o silicone não altera a qualidade nem a quantidade do leite materno.

O corpo da mulher continua a se adaptar mesmo após a amamentação. Por isso recomenda-se que a mamoplastia seja realizada após 3 a 6 meses da interrupção do aleitamento.

DR. MARCOS GRILLO CIRURGIA PLÁSTICA

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade.

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 


Cirurgias combinadas – É possível associar abdominoplastia a histerectomia?

Postado por Marcos Grillo em 26/mar/2019 - Sem Comentários

Continuando nossa série sobre cirurgias combinadas, hoje falaremos sobre a combinação entre abdominoplastia e histerectomia. Confira!

Nós falamos anteriormente sobre a possibilidade de associar abdominoplastia, mastoplastia e lipoaspiração. Hoje o assunto é semelhante, mas trata sobre uma outra combinação, que só possui dois fatores: abdominoplastia e histerectomia.

Antes de irmos direto ao ponto, é necessário lembrar você, leitor, de algumas coisas que falamos no nosso blog anterior: todo procedimento cirúrgico tem um determinado nível de complexidade. Somar e juntar cirurgias, aumenta a complexidade, o tempo de procedimento e, consequentemente aumenta o risco do processo. Todavia, no caso de cirurgias para fins estéticos, há um período de 4 horas onde é possível combinar procedimentos. Passando-se disso, é necessário separá-los, por motivos de segurança do paciente.

Abdominoplastia e histerectomia – Cirurgia combinada

A abdominoplastia tem por objetivo reverter a flacidez acumulada na barriga, que geralmente resulta da gravidez ou de um processo de emagrecimento muito acelerado. Já a histerectomia é a retirada completa ou parcial do útero, seja por fins de doença (como câncer) ou para fins preventivos. Após a apendicectomia (retirada do apêndice), a histerectomia é a segunda cirurgia mais realizada no mundo. Calcula-se que no Brasil de 20% a 30% das mulheres serão submetidas a esta intervenção até a sexta década de vida, aproximadamente 200 mil casos por ano. Nos EUA, este número gira em torno de 600 mil por ano.

Esta combinação de cirurgias é possível, pois o limite de tempo de 4 horas não é ultrapassado e porque a área de atuação é a mesma: o abdômen. Não se trata exatamente da combinação de dois procedimentos estéticos, mas esta é uma cirurgia comumente associada.

Isso se deve ao fato de que a maioria das mulheres que retiram o útero já tiveram filhos e desejam aproveitar a ocasião para melhorar a estética da barriga.

De qualquer modo, se você precisa realizar uma histerectomia e deseja associar ao processo uma abdominoplastia, entre em contato com o Dr. Marcos Grillo e coloque sua saúde e sua estética nas mãos de um profissional qualificado e reconhecido!

Referências:

https://www.minhavida.com.br/saude/materias/33354-fazer-varias-cirurgias-plasticas-ao-mesmo-tempo-e-seguro

Cirurgias combinadas – É possível associar mastoplastia com abdominoplastia e lipoaspiração?

Postado por Marcos Grillo em 21/mar/2019 - Sem Comentários

Às vezes a pressa por resultados pode pressionar algumas pessoas a se submeterem a diversos procedimentos de uma vez só. Afinal, cirurgias combinadas são prejudiciais, ou não?

Antes de mais nada, é preciso pontuar que procedimentos cirúrgicos são avaliados de acordo com sua complexidade. A complexidade de uma cirurgia é demarcada pela quantidade de elementos envolvidos, tempo decorrido, tipos de anestesia utilizadas e assim por diante: quanto mais órgãos/tecidos envolvidos, mais tempo se decorre, mais anestesia se faz necessária e mais complexa é a cirurgia.

Claramente, tratando-se de cirurgias estéticas que não possuem função reparadora (como as que tratam de um defeito de ordem funcional, seja uma deformidade, uma cicatriz congênita que atrapalhe a função de um membro ou de uma musculatura), evita-se o risco e, portanto, a complexidade desnecessária. Isto posto, algumas cirurgias combinadas são possíveis.

Cirurgia combinada de mastoplastia e abdominoplastia/lipoaspiração

A vantagem explícita da combinação de procedimentos no mesmo tempo cirúrgico é a diminuição dos custos operatórios e de internação, otimizando também o período de recuperação do paciente. No caso da combinação da mastoplastia e da abdominoplastia ou lipoaspiração – nunca as três juntas, pois o tempo de operação passaria de 4 horas e a complexidade seria demasiada para apenas uma sessão operatória -, o cenário torna-se possível, visto que a área de atuação cirúrgica é a mesma. É indispensável, que todas as recomendações do médico sejam seguidas à risca, considerando que a combinação dessas cirurgias causará determinado desconforto durante a recuperação. A atenção ao pós-operatório deve ser redobrada!

O aumento da popularidade das cirurgias plásticas faz com que muitas pessoas procurem por procedimentos estéticos a fim de melhorar sua aparência e sua auto estima. Todavia, a lição mais importante que podemos tirar de tudo isso é a seguinte: confie apenas em profissionais qualificados, buscando mais do que apenas uma avaliação, seguindo sempre as recomendações do médico que atender seu caso. Desta forma garante-se a melhor recuperação e o melhor resultado possível!

Se você quer saber como pode proceder durante uma cirurgia combinada, ou deseja fazer uma avaliação, marque uma consulta com o Dr. Marcos Grillo e garanta sua estética em boas mãos!

Referências:

https://www.minhavida.com.br/saude/materias/33354-fazer-varias-cirurgias-plasticas-ao-mesmo-tempo-e-seguro

Plástica Natural – Mito ou verdade? Entenda como funcionam os cremes antirrugas

Postado por Marcos Grillo em 28/fev/2019 - Sem Comentários

Cremes anti-idade e antirrugas são muito populares, mas realmente funcionam? As promessas de plástica natural podem não ser tão atrativas assim!

Quando se trata de envelhecimento, cremes acabam sendo opções relativamente baratas de prevenção e amenização dos sinais. Alguns cremes, entretanto, fazem promessas de funcionar como plástica natural – um verdadeiro milagre. Isso não é verdade na maioria das vezes e vamos explicar porquê.

Causas do envelhecimento – porque a plástica natural é tão atrativa?

Acontece que o principal fator de envelhecimento – precoce ou não – é a exposição ao sol. Os raios ultravioleta causam o fotoenvelhecimento, que é a principal fonte do surgimento de rugas e manchas. Estes cremes prometem restabelecer a maciez e elasticidade da pele a qualquer custo, introduzindo minerais e vitaminas na pele.

Os preços destes cremes podem chegar a números exorbitantes, mas eles nem sempre são produzidos com algo que justifique tanto valor. Os óleos e ceras utilizados possuem valores relativamente baixos e os preços cobrados são majoritariamente relacionados às marcas. É claro que algum efeito rejuvenescedor é percebido imediatamente, pois a penetração dos agentes hidratantes é rápida, mas ele não resolve problemas a médio e longo prazo. Sua pele permanecerá “encharcada” enquanto o creme estiver presente, mas uma hora ou outra ele será absorvido ou secará.

Como atenuar os sinais do envelhecimento efetivamente?

A única forma efetiva de reduzir estes danos é a prevenção. Dentre os métodos mais eficazes está a utilização de protetores solares (incluindo aqueles com anti radicais-livres) e a manutenção de uma alimentação balanceada (com a ingestão constante de água!). Visitar um dermatologista após os 25 anos de idade é uma ótima forma de obter receitas para manter a pele jovem, pois essa é a idade quando a pele começa a perder colágeno.

Agora, quando já se nota os efeitos do envelhecimento, existem soluções, mas é necessário pesquisar e consultar profissionais para saber qual é a mais adequada. O Botox, o ácido hialurônico e demais preenchimentos faciais ajudam a remoção de rugas e o ressurgimento de uma aparência mais jovem e saudável. Procedimentos estéticos realizados com profissionais qualificados têm, com toda a certeza, resultados muito melhores que qualquer plástica natural: A Blefaroplastia por exemplo, melhora o aspecto das pálpebras superiores e inferiores, eliminando bolsas de gordura, rugas e flacidez.

A conclusão é que a indústria cosmética se apoia na vaidade das pessoas para vender produtos supostamente milagrosos. Não se deve cair em toda e qualquer jogada de marketing e deve-se sempre procurar por informações confiáveis e com referências. É claro que um bom creme hidratante não fará mal algum, mas apoiar-se exclusivamente nestes produtos não trará o resultado desejado e será muito mais custoso que um tratamento verdadeiramente efetivo.

Se você deseja reduzir ou eliminar os sinais do envelhecimento, entre em contato com o Dr. Marcos Grillo e marque uma consulta. Através dela será possível verificar a possibilidade de preenchimentos faciais e, quem sabe, até uma cirurgia para fazer você se sentir o máximo!

Referências:


Correção de cirurgia plástica – É possível reverter o resultado de uma cirurgia plástica?

Postado por Marcos Grillo em 25/fev/2019 - Sem Comentários

Decisões tomadas às pressas e profissionais que nem sempre entregam o resultado que prometem geralmente incorrem em decepções, mas às vezes existe a possibilidade de realizar a correção de cirurgia plástica

Na ansiedade da busca por um corpo mais bonito, muitas pessoas tomam decisões apressadas e optam por caminhos mais curtos. Seja pelas mãos de um cirurgião mal qualificado ou por conta da escolha em função do preço, o resultado de uma cirurgia apressada ou mal pensada pode ser insatisfatório ou até problemático.

Acontece que essas situações são relativamente comuns e cirurgiões mais qualificados já sabem como lidar com elas. A correção de cirurgia plástica já é lugar comum no mundo da medicina estética.

Antes de mais nada, é de suma importância ressaltar a necessidade de buscar por um profissional qualificado deve preceder qualquer outro interesse quando se trata de procedimentos estéticos. O preço não deve ser uma meta, visto que neste tipo de assunto, o que se paga, via de regra é proporcional ao que se recebe – não apenas em termos de resultado, mas em termos de segurança também!

O caso é que a refação e correção de procedimentos estéticos é algo que depende muito do procedimento em questão. No caso de implantes mamários, por exemplo, é possível aumentar e reduzir seu tamanho. Cirurgias mais complexas e extensas não permitem um segundo olhar, então é necessário ter certeza das possibilidades de antemão.

Diferença entre correção de cirurgia plástica e cirurgia reparadora

Enquanto a correção de cirurgia plástica exige que determinados tecidos específicos não tenham sido removidos ou realocados, para que sejam reordenados de maneira satisfatória, a cirurgia reparadora visa consertar outro tipo de problema: é o procedimento realizado em casos de acidentes que levam a deformações, em casos de defeitos congênitos, cânceres invasivos ou enfermidades que interferem no aspecto estético e na funcionalidade do organismo – a intervenção reparadora é considerada necessária. Seu cunho estético fica em segundo plano, pois ela é muito mais focada na recuperação das funções do corpo.

Se você precisa de um segundo olhar sobre o resultado de um procedimento estético, deseja corrigir uma cicatriz ou quer alterar o tamanho da prótese mamária, entre em contato com a Clínica do Dr. Marcos Grillo e marque uma consulta!

Referências:


Prótese de silicone – Quando trocar? Quais são os cuidados que devo tomar?

Postado por Marcos Grillo em 28/jan/2019 - Sem Comentários

Como todo procedimento estético, é necessário realizar manutenções e tomar cuidados para que os efeitos sejam sempre os desejados. A prótese de silicone não foge à regra!

Também conhecida como mamoplastia de aumento, a inserção de próteses de silicone é uma cirurgia muito segura, com pós-operatório tranquilo e excelentes resultados. Todavia, cada organismo é único, então podem existir problemas, incluindo o temido encapsulamento da prótese.

O que é o encapsulamento da prótese de silicone?

Como qualquer implante, existe a possibilidade de que o corpo entenda a prótese de silicone como um “corpo estranho”. Isso causa um fenômeno, chamado de contratura capsular, popularmente chamado de encapsulamento. O índice desse problema é baixo e as próteses mais modernas atualmente apresentam índices de contratura capsular abaixo de 1%. Quando isso acontece, porém, o organismo cria uma película em torno do implante a fim de isolá-lo do restante do corpo, já que não há como repelir a prótese, como acontece com outros corpos estranhos.

Se a contratura capsular tiver avançado a um ponto que causa endurecimento do tecido e desconforto ao paciente, retira-se e substitui-se a prótese. Em casos menos graves, o tratamento é realizado apenas com a administração de corticóides e vitamina E. Uma parcela de pacientes experiencia a reincidência da contratura capsular, mas este não é o único problema que pode ocorrer.

Outros problemas que podem ocorrer com a prótese de silicone

Infecções, extrusões, hematomas e deslocamentos são problemas que ocorrem com baixíssima frequência e, na maioria das vezes, por conta da falta de cuidado dos pacientes que não seguem as recomendações médicas com o devido rigor. As próteses de silicone avançaram muito, tal qual os procedimentos de implante. Tendo isso em mente, as complicações de causa médica foram reduzidas a um número muito pequeno, ainda mais se tratando de um procedimento realizado tão frequentemente.

Para evitar problemas e complicações, basta realizar os check-ups anuais e seguir todas as recomendações de pós-operatório à risca.

Viu só? Medo do encapsulamento não é motivo para continuar adiando sua mamoplastia de aumento. Se você tem interesse em aumentar seus seios e ter o corpo dos seus sonhos, entre em contato com o Dr. Marcos Grillo e marque uma consulta!

Referências: