Arquivo da Categoria "Lipoaspiração"

Qual a melhor época do ano para realizar cirurgias plásticas?

Postado por Marcos Grillo em 17/abr/2019 - Sem Comentários

Saiba qual o melhor momento para realizar uma cirurgia plástica e como garantir uma recuperação de alta qualidade.

Realizar cirurgias plásticas é, também, investir em sonhos que agregam à autoestima e melhor qualidade de vida. Com os procedimentos, o tempo de recuperação se torna valioso, especialmente, quando envolvem técnicas um pouco mais invasivas.

Muitos pacientes procuram agendá-los em momentos mais propícios para a recuperação, como o período de férias dos estudos ou trabalho, ou em épocas do ano em que o clima favorece a melhora. Estações do ano mais frias como outono e inverno são os melhores períodos para realizar um procedimento que se deseja muito. Saiba porquê:

Inverno é melhor época para realizar cirurgias plásticas

Ao contrário do que muitos suspeitam, o verão não é o melhor momento para se realizar qualquer tipo de procedimento invasivo. Especialmente, os que requerem boa cicatrização da pele e vestimentas que auxiliam a recuperação (como no caso de cintas elásticas).

Por isso, estações do ano como outono e inverno são mais adequados para a realização de cirurgias. Procedimentos como abdominoplastia, lipoaspiração e os que envolvem a mudança estética diretamente na face, por exemplo, proporcionam inchaços (edemas) – e no verão, com o calor e necessidade de hidratação constante, a recuperação requer o triplo de atenção.

Temperaturas baixas facilitam a recuperação

Dias em que a temperatura está mais baixa torna a recuperação de uma cirurgia plástica um pouco mais confortável, em comparação com o pós-cirúrgico em climas mais quentes. O outono e inverno possibilitam que o paciente utilize roupas mais largas, confortáveis e que disfarçam a presença de cicatrizes, inchaços ou marcas desconfortáveis no corpo.

No entanto, é importante lembrar que banhos com a temperatura da água muito quente podem afetar a cicatrização da pele e comprometer a imunidade durante o período. Portanto, se é sua intenção realizar um procedimento nesse período, lembre-se de optar por banhos mais mornos e que não comprometam a recuperação.

O que é importante na recuperação?

No outono, inverno, verão ou primavera, é essencial que o paciente siga à risca todos os cuidados indicados pelo médico cirurgião. Como especialista, é ele quem vai indicar os melhores cuidados e quais os períodos mais propensos para uma excelente recuperação.

Além disso, preste atenção à sua agenda: mais vale realizar o procedimento no verão tendo um momento de qualidade para se recuperar do que realizá-lo no inverno e não ter o tempo necessário para isso. O processo de recuperação de uma cirurgia é tão importante quanto o procedimento em si, pois afeta diretamente os resultados desejados.

Dr. Marcos Grillo, cirurgião plástico em Curitiba

O Dr. Marcos Grillo, especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, atua há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade. O profissional atende com excelência à Clínica Novva Estética e Saúde ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos que garantem segurança e bem estar a que realiza os procedimentos.

Entre em contato e agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo.

A Clínica de Cirurgia Plástica está localizada na Av. Sete de Setembro, nº 4848 em Curitiba (PR). Telefone para contato: (41) 3343-8881.

Fontes e referências

Lipoaspiração: conheça mais sobre o procedimento

Postado por Marcos Grillo em 19/set/2018 - Sem Comentários

A cirurgia de Lipoaspiração é realizada para retirar a gordura localizada em regiões específicas do corpo e pode ser aplicada de forma isolada ou como complemento a outros procedimentos.

A Lipoaspiração é uma Cirurgia Plástica realizada para remover o excesso de gordura de áreas específicas do corpo. O objetivo desse procedimento é melhorar os contornos e a proporção geral do corpo do paciente. Por isso, a Lipoaspiração pode ser realizada em diversas partes do corpo, como a face interna das coxas, culotes, braços, cintura, costas, pescoço, e abdômen. A cirurgia de Lipoaspiração pode ainda ser realizada isoladamente ou em conjunto com outras Cirurgias Plásticas, como o Facelift, a Abdominoplastia e os procedimentos de redução ou aumento das mamas.

Essa cirurgia, no entanto, não é um tratamento para obesidade e não substitui hábitos alimentares saudáveis e a prática de exercícios físicos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a Lipoaspiração foi a segunda Cirurgia Plástica Estética mais realizada no Brasil em 2016. A pesquisa realizada pela SBCP mostra que naquele ano foram feitas 229,7 mil cirurgias de Lipoaspiração em todo o Brasil.

É importante ressaltar que o resultado da Cirurgia Plástica só será evidente quando o inchaço e a retenção de líquidos diminuírem com o tempo. Manter uma dieta saudável e atividades físicas regulares, de acordo com a indicação do Cirurgião Plástico, ajuda a preservar os resultados obtidos, enquanto o ganho excessivo de peso pode alterar o resultado da Cirurgia Plástica.

Muitas pessoas querem estar com o corpo pronto para o verão, então optam por realizar Cirurgias Plásticas no inverno. Essa escolha traz diversas vantagens para os pacientes, como a recuperação completa e a possibilidade de voltar completamente à sua rotina normal antes do início do verão. Além disso, as temperaturas mais baixas facilitam a utilização dos acessórios no período pós-operatório. Com o frio, o inchaço que ocorre normalmente após a cirurgia tende a ser menor e as cicatrizes e curativos também ficam mais protegidos e menos expostos ao sol, o que auxilia na recuperação do paciente.

Se você quer saber mais sobre o procedimento, entre em contato e agende uma consulta: (41) 3343-8881 ou (41) 99834-6444.

Fontes:

Lipoaspiração: sua história

Postado por Marcos Grillo em 26/jan/2018 - Sem Comentários

Lipoaspiração é um dos procedimentos cirúrgicos estéticos mais procurados no mundo, ele possibilita a retirada de gordura localizada de várias partes do corpo humano. Conheça mais sobre a história da Lipoaspiração uma das cirurgias mais requisitadas.

Segundo pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil é um país com número notável de pessoas vaidosas, no ranking ele encontra-se em segundo lugar como local com maior procura de procedimentos cirúrgicos estéticos, perdendo apenas para os Estados Unidos. Em solo brasileiro foram realizadas cerca de 1,2 milhões de cirurgias plásticas no ano de 2015. Dentre elas, a lipoaspiração é uma das queridinhas do público brasileiro.

HISTÓRIA

Em 2012, o cirurgião plástico grego Dr. Theo Voukidis escreveu um artigo para revista da ISAPS contando um pouco sobre a história da lipoaspiração.

A primeira lipoaspiração foi realizada em 1921 por um cirurgião francês chamado Charles Dujarier, para o procedimento ele utilizou um fino tubo de bambu. Nos anos seguintes a lipoaspiração atraiu vários outros pacientes que tinham interesse na retirada da gordura excedente do corpo. Posteriormente, o material utilizado na lipoaspiração foi substituído por cânulas de curetagem ginecológicas junto com o aperfeiçoamento da técnica.

Porém, a lipoaspiração era traumática para quem se submetia a ela, e após o falecimento de uma modelo francesa por complicações durante o procedimento, a licença do Dr. Dujarier foi cassada por ser acusado de realizar uma intervenção estética sem os devidos conhecimentos necessários.

DO ESQUECIMENTO AO SUCESSO

Após a lipoaspiração ter sido relegada durante anos, após o caso do cirurgião francês, o método retornou na década de 1960 na Europa com especialistas em ginecologia utilizando cânulas ginecológicas. Ainda sim a lipoaspiração continuou tendo várias complicações e casos de óbitos durante e pós-cirurgia.

O procedimento ganhou força, e um “pai” da lipoaspiração surgiu em 1978, o francês Yves Gerard Illouz, ele conseguiu transformar a cirurgia menos agressiva utilizando de uma cânula com ponta romba, ou seja, a ponta era mais arredondada, e uma fonte de sucção potente, resultando em uma melhor qualidade na retirada de gordura.

Por volta de 1985, a lipoaspiração se destacou no mundo como um procedimento estético incrível para quem não se sentia bem com as gorduras localizadas. A técnica atraiu atenção de especialistas das áreas de dermatologia, ginecologia e até mesmo anestesistas se interessaram em aprofundar o conhecimento, dando início a área de cirurgia plástica.

Atualmente a lipoaspiração está cada vez melhor, buscando sempre o aperfeiçoamento técnico para ser menos dolorida e mais segura. Além disso, a lipoaspiração ganhou uma variedade de técnicas.

Fontes:

ISAPS News; Vol. 6, N.3; 2012

Brasil é o segundo no ranking mundial de cirurgias plásticas

A história da Lipoaspiração