Arquivo da Categoria "Cirurgia plástica"

As cirurgias plásticas mais desejadas pelos homens

Postado por explay em 16/nov/2021 - Sem Comentários

Se engana quem pensa que somente as mulheres desejam realizar algum procedimento de cirurgia plástica. Os homens também são vaidosos e se preocupam com a sua aparência

Os procedimentos estéticos estão cada vez mais populares entre os homens e isto inclui, é claro, as cirurgias plásticas. 

Segundo dados divulgados pela SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), o número de homens que recorreram a procedimentos cirúrgicos com finalidade estética, praticamente quadruplicou. Saltando de 76 mil para 276 mil nos últimos cinco anos.

Se sentir bem com o seu próprio corpo é essencial para a manutenção de uma boa autoestima e qualidade de vida. 

Mas você deve estar se perguntando: quais as cirurgias plásticas mais procuradas pelos homens? Veja a seguir:

Conheça 4 tipos de cirurgia plástica mais desejadas por eles

 

Otoplastia

O procedimento para correção das orelhas é bastante requisitado pelo público mais jovem. Este tipo de cirurgia é relativamente simples e serve para melhorar a estética das chamadas “orelhas de abano”, que afetam a autoestima de muitos meninos.

Qualquer pessoa a partir dos sete anos de idade pode fazer, desde que atenda todos os pré-requisitos clínicos, exigidos pelo médico.

Rinoplastia

Utilizada para remodelar o formato do nariz, a Rinoplastia também é muito requisitada por eles. Algumas pessoas aproveitam a necessidade de correção de desvio de septo, carne esponjosa ou outros fatores que comprometem a saúde respiratória para cuidar também da parte estética.

Transplante capilar

Esta é sem dúvidas uma das cirurgias mais desejadas pelos homens, especialmente entre público na faixa etária dos 40 anos ou mais. A calvície e as falhas no cabelo fazem com eles recorram a estética para melhorar sua autoimagem.

Com o avanço das técnicas e da tecnologia esse tipo de procedimento proporciona resultados ainda mais realistas e satisfatórios. 

Lipoaspiração

Este tipo de cirurgia plástica é utilizado para retirada do excesso de gordura do corpo, normalmente na região do abdômen e cintura (os famosos pneus), mas também pode ocorrer em outras áreas como a região peitoral.

Na maioria dos casos, eles recorrem ao procedimento com a finalidade de ficar com abdômen bem definido.

Agende uma consulta com o Dr. Marcos Grillo

Ficou interessado em algum destes procedimentos estéticos? Entre em contato para agendar uma consulta do com o Dr. Marcos Grillo. Mas lembre-se: a decisão de transformar a sua aparência deve partir sempre de você!

Se você gostou de conhecer as cirurgias plásticas mais desejadas por eles, acesse o  blog e fique por dentro de mais conteúdos como este.

Correção de diástase com abdominoplastia

Postado por explay em 25/out/2021 - Sem Comentários

A diástase geralmente ocorre durante a gestação ou em indivíduos que estavam muito acima do peso e emagreceram rapidamente

A diástase se caracteriza pela separação e afastamento da musculatura abdominal na linha média resultando na aparência inchada que o abdômen adquire, deformando os contornos da cintura e provocando desconforto, principalmente nas mulheres que se sentem incomodadas com a aparência que enxergam no espelho. 

Ela também pode ocorrer em outras pessoas como diabéticos, pessoas com doenças pulmonares crônicas ou que possuem deficiência na produção de colágeno. 

Como saber se tenho diástase?

Mesmo que a pessoa seja magra, o abdômen adquire um formato abaulado, como se estivesse permanentemente inchado, acompanhado da redução do contorno da cintura. 

Quem possui diástase abdominal, também pode notar uma protuberância vertical ao fazer qualquer tipo de esforço, seja sentar, tossir, ou levantar objetos. É comum também que a pessoa com diástase sinta dores e desconfortos na região. Porém, para obter o diagnóstico definitivo, é preciso que procure um profissional que irá examinar e fazer o diagnóstico clínico. 

A ultrassonografia da parede abdominal confirma o diagnóstico.

Tratamento para diástase

O tratamento da diástase sempre é cirúrgico. 

Naqueles pacientes que não praticam atividades físicas e que apresentam a musculatura abdominal flácida, recomenda-se que realizem uma preparação com exercícios abdominais ou mesmo fisioterapia nos meses que antecedem a cirurgia.

Para os pacientes que estão muito acima do peso, principalmente no caso dos homens, recomenda-se o emagrecimento antes da cirurgia para redução da gordura visceral.

A abdominoplastia é recomendada para aproximar os músculos reto abdominais. Neste caso, o cirurgião irá retirar o excesso de pele e reaproximar a musculatura, corrigindo a diástase. 

A cicatriz geralmente fica localizada na mesma região em que se encontra a cicatriz da cesárea se estendendo até as laterais do osso do quadril, resultando numa aparência estética bem agradável, a depender do organismo dos pacientes e cuidados pós-operatórios.

Cuidados pós-operatórios

O uso da cinta é obrigatório desde a saída da sala de cirurgia por, no mínimo, um mês, de forma correta. Além disso, o paciente deverá seguir todas as instruções médicas como drenagens linfáticas (para eliminar o excesso de líquido), evitar esforço físico e exposição ao sol por no mínimo 40 dias, assim como subir e descer escadas. 

Também é importante que os curativos estejam sempre limpos e secos, evitando o uso de roupas apertadas no local da cirurgia.

Se você quer se livrar da diástase e ficar de bem com a imagem que enxerga no espelho, agende a sua consulta e converse com o Dr. Marcos Grillo, atuante desde 1994.  

Reconstrução mamária: como a cirurgia plástica ajuda na renovar a autoestima

Postado por explay em 25/out/2021 - Sem Comentários

A reconstrução mamária é uma cirurgia plástica que auxilia mulheres submetidas ao tratamento cirúrgico do câncer das mamas a recuperar mais rapidamente sua autoestima

Uma das partes do corpo mais associadas ao sexo feminino são os seios. Ironicamente, o câncer nesta região é o que mais acomete mulheres no mundo inteiro. Com o diagnóstico precoce e posteriormente com o procedimento de reconstrução mamária, é possível tratar a doença e caminhar rumo à recuperação.

O problema é que o tratamento não envolve somente os cortes e cicatrizes resultantes da cirurgia que retira parte ou a totalidade de uma ou as duas mamas da paciente. Ele também deixa sequelas psicológicas que podem afetar profundamente a autoestima da mulher que se sente incompleta.

Até há aproximadamente trinta anos, esta questão era subjugada e poucas se sentiam no direito de querer reaver o que lhes foi tirado para preservar a vida, afinal, ela sobreviveu.

Mas daquela época até hoje, com o melhor estudo e compreensão dos prejuízos que pode trazer para a vida da mulher, é viabilizada uma alternativa: a cirurgia plástica de reconstrução mamária.

Como a cirurgia plástica ajuda na recuperação da autoestima

No ano de 2009, foram feitas 18 mil cirurgias de reconstrução mamária somente no Brasil, já em 2014, o número subiu para 103 mil cirurgias. Uma prova da importância deste passo para seguir em frente.

Diferente de outros procedimentos estéticos, este é mais delicado e exige do cirurgião, grande perícia. É preciso que ele avalie o quadro geral da paciente para entender como está a saúde do tecido da região, além de decidir qual a técnica mais adequada para cada paciente.

A reconstrução mamária pode ser imediata, quando realizada no mesmo ato cirúrgico da retirada parcial ou total da mama, ou tardia, quando realizada meses após o procedimento. Também poderá utilizar tecidos do próprio corpo assim como implantes de silicone.

A cirurgia será autorizada somente após a confirmação de que a paciente tem condições plenas para realização do procedimento, como em qualquer outra cirurgia plástica. Aqui o foco é na saúde da mulher.

Após o procedimento em que se remove as aréolas e sua cicatrização, é possível que a mulher opte, ainda, por “reconstruir” as aréolas por meio de cirurgia complementar ou de tatuagens realistas.

Diversas iniciativas já contam com projetos desse aspecto que ajudam a devolver a autoestima para mulheres que passaram pelo tratamento de câncer de mama.

Agende uma consulta com o Dr. Marcos Grillo

Se você está se recuperando de um tratamento para câncer de mama e deseja ter sua autoestima resgatada, agende hoje mesmo uma consulta conosco. Nós queremos te ajudar!

Cigarro e cirurgia plástica: uma combinação desastrosa

Postado por explay em 27/jul/2021 - Sem Comentários

Você provavelmente já ouviu falar de todos os malefícios do cigarro em propagandas, folhetos e nas próprias embalagens do produto.

Mas se você deseja fazer uma cirurgia plástica, precisa levar essa recomendação um pouco mais a sério. Isso porque o cigarro e suas mais de 4000 substâncias tóxicas interferem significativamente nos riscos antes, durante e após o procedimento cirúrgico. Neste rol de substâncias, podemos destacar o papel da nicotina. 

A nicotina é uma substância que estimula a vasoconstrição, o que em termos gerais, irá diminuir a quantidade de sangue que circula pelos vasos sanguíneos, dificultando a cicatrização e aumentando as chances de necrose. 

Outro problema importante comum em fumantes é o acúmulo de muco e as tosses frequentes. O acúmulo de muco prejudica a oxigenação do sangue e também a respiração do paciente, problemas que podem levar a riscos sérios durante a cirurgia. 

As tosses frequentes causarão dor no processo de cicatrização e poderão ocasionar sangramentos nas partes operadas, o que em alguns casos leva até mesmo a uma segunda cirurgia. 

A baixa oxigenação também prejudica a qualidade da cicatriz. Pacientes que fumam têm uma chance muito maior de terminar o processo de cicatrização com marcas nada agradáveis devido à dificuldade do tecido de oxigenar e vascularizar.

Se você fuma e deseja fazer uma cirurgia plástica, mas não quer abrir mão do cigarro, saiba que também terá chances muito maiores de sofrer uma trombose venosa ou adquirir infecções diversas. Um risco alto para a sua vida. 

A recomendação para fumantes é que parem de fumar com, no mínimo, 30 dias de antecedência ao procedimento. Se possível, interrompa três meses antes. Este prazo será suficiente para que seu corpo tenha melhores condições de enfrentar o processo durante e após a cirurgia e também garantirá resultados mais satisfatórios. 

Para plena recuperação, é recomendado também que o paciente permaneça sem fumar por trinta dias após o procedimento, minimizando drasticamente, junto aos outros cuidados, as chances de intercorrências e complicações. 

 

Um olhar adiante

Parar de fumar em preparação a uma cirurgia plástica pode servir como o primeiro passo para se ver livre do cigarro. O número de pessoas que acaba por falecer em decorrência do tabagismo é de cerca de 443 a cada dia, somente no Brasil. Pessoas que têm suas vidas ceifadas em decorrência deste vício tendem a sofrer uma morte lenta e dolorosa, sofrendo com doenças como câncer, enfisema pulmonar e até mesmo problemas cardíacos. 

É importante ressaltar que o SUS possui uma ampla rede assistencial que disponibiliza tratamento para aqueles que querem se livrar do tabagismo, basta começar. 

E você, já conhecia todos os riscos que o cigarro oferece à sua tão sonhada cirurgia plástica?

Olhar perfeito: conheça os principais procedimentos estéticos para a área dos olhos

Postado por explay em 19/jul/2021 - Sem Comentários

Existem diversos procedimentos estéticos para a área dos olhos que podem rejuvenescer e harmonizar o olhar

 

E com tantas novidades no mercado, pode ser difícil entender qual a melhor opção para o seu caso. Primeiro, vamos entender melhor esta parte do corpo?

Quando a temática é cirurgia plástica, existem duas regiões que podemos citar: as pálpebras e os supercílios, ou sobrancelhas. As pálpebras são as responsáveis pelo ato de piscar e tendem a sofrer um processo natural de envelhecimento que pode ser acelerado ou freado pelo uso de produtos cosméticos. Já a região dos supercílios leva mais tempo para envelhecer, mas para além disso, pode causar incômodo ao paciente que possui um dos lados um pouco mais elevado ou arqueado. 

 

Mesmo em pessoas que possuem uma rotina de cuidados, é natural que com o tempo o paciente deseje fazer uma intervenção para rejuvenescer o olhar, afinal a produção de colágeno deixa de ser tão grande quanto na juventude e deixa suas marcas. 

 

Para a região dos supercílios, os procedimentos existentes são:

 

Toxina botulínica

Popularmente conhecido como Botox, o produto deve ser aplicado em pequenas quantidades e irá diminuir a força de alguns músculos da região orbitária, podendo-se enfraquecer os músculos depressores da cauda dos supercílios ou os músculos depressores da raiz dos supercílios. A modulação entre músculos depressores e elevadores fará o resultado. Nunca será uma “receita de bolo”. Cada paciente tem uma programação diferente. 

 

Preenchimento com ácido hialurônico

Produzido naturalmente pelo nosso corpo, a perda deste ácido leva ao envelhecimento da pele e à flacidez. As injeções com o ácido hialurônico são aplicadas em pontos estratégicos como o entorno dos supercílios e, às vezes, no próprio supercílio. Assim, são capazes de devolver o volume e a firmeza da região. 

 

Enxerto com gordura

Retirada do próprio paciente, geralmente da região do abdômen, a gordura é processada e concentrada para agir como um preenchedor. Pode ser aplicado no entorno e até mesmo no próprio supercílio. Desta forma, o paciente terá mais volume e obterá um olhar mais jovem.

 

Cirurgia videoendoscópica

Pode ser feita com anestesia local ou em casos específicos, anestesia geral. O procedimento utiliza-se de incisões pequenas (3 a 5) (1,0 a 1,5 cm) entre a parte mais alta da testa e a raiz do couro cabeludo, para reposicionar os supercílios em seu local de origem, além de tratar a musculatura ao redor dos olhos, responsável pela formação das rugas na região.

 

Já os procedimentos estéticos que podem ser realizados na região das pálpebras incluem:

 

Blefaroplastia

A Blefaroplastia consiste em remover o excesso de pele das pálpebras superior e inferior assim como o excesso das bolsas de gordura se estiverem aparentes contidas nas pálpebras do paciente. Entre os benefícios estão a melhora do campo de visão, o rejuvenescimento do olhar e a melhora na autoestima do paciente. Além disso, os resultados são extremamente naturais e o paciente não sofrerá com uma longa recuperação.

 

Preenchimento com ácido hialurônico 

Indicado para pacientes que sofrem com as olheiras, o ácido hialurônico é utilizado para preencher a área e tratar a depressão do contorno ósseo, trazendo um ar revitalizado e jovem aos pacientes. 

 

Como você pode ver, cada técnica possui objetivos diferentes. Não é incomum que seja necessário conciliar mais de um procedimento para obter os resultados desejados. Se você está incomodado com a aparência do seu olhar, agende uma consulta hoje mesmoO Dr. Marcos Grillo possui ampla experiência em procedimentos estéticos para a área dos olhos e certamente poderá te ajudar.

Recuperação da rinoplastia: tudo que você precisa saber

Postado por explay em 24/jun/2021 - Sem Comentários

Segura e com tranquila recuperação, a rinoplastia é um dos procedimentos mais procurados dos últimos anos.

 

Com grande popularização nos últimos 20 anos, a rinoplastia é um procedimento que pode trazer uma verdadeira melhora da autoestima e confiança às pessoas que a realizam. Isto porque pode promover transformação em um dos órgãos mais visíveis do nosso rosto: o nariz.

Com sua popularização surgem muitas informações sobre o assunto. Estamos aqui para esclarecer o que você precisa saber sobre o período de recuperação da rinoplastia. Acompanhe!

 

Tempo médio de recuperação

O tempo médio de recuperação da rinoplastia é de um ano – para finalizar a cicatrização completamente – o que também pode variar de paciente para paciente. O tempo pode parecer longo, mas logo na primeira semana já é possível observar sinais de recuperação. Acompanhe a linha do tempo.

 

Semana 1 

Com uma semana, a tala já pode ser removida do nariz e também é possível sair de casa sem mostrar muitos sinais visíveis de cirurgia. A existência de edema e equimoses podem ser mascarados com maquiagem.

 

Semana 2

Com duas semanas, a maioria do inchaço facial ou edema diminui bastante.

 

Semana 3 e 4

Próximo de completar 1 mês de cirurgia já é possível retornar aos exercícios como musculação, mas ainda deve-se evitar atividades com muito impacto como corrida e esportes com contato para não ocorrer trauma e sangramento.

 

6 semanas

Neste período, os ossos estarão estáveis, e é possível retomar a todos os exercícios físicos: tanto de resistência (levantamento de pêso), quanto usar óculos e assoar o nariz. 

 

1 ano

O processo de cicatrização está completo. O inchaço diminuiu completamente e a nova forma do nariz está totalmente refinada.

Sugere-se que durante o processo de cicatrização fique atento a manter uma alimentação saudável e evitar exercícios extenuantes.

 

Dr. Marcos Grillo

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, atuando há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade. 

Ao lado de especialistas em tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Principais procedimentos estéticos não cirúrgicos e procedimentos estéticos cirúrgicos para rejuvenescimento facial

Postado por explay em 20/Maio/2021 - Sem Comentários

As marcas do tempo na face são um processo natural e algumas técnicas estéticas não cirúrgicas e cirúrgicas podem amenizar o seu surgimento, promovendo o rejuvenescimento facial. 

Rejuvenescimento facial | Por volta dos 25 a 28 anos, alguns sinais comuns do natural envelhecimento da pele começam a aparecer. Isso tem levado, atualmente, muitas pessoas a buscarem alternativas para retardar seus efeitos. 

Os procedimentos estéticos não cirúrgicos, nesse sentido, auxiliam a prevenir e retardar alguns efeitos, iniciando pelo uso diário do filtro solar. Já os procedimentos cirúrgicos são utilizados para tratar os efeitos do envelhecimento.

Fato é que tais procedimentos podem suscitar diversas dúvidas quanto a sua eficácia e duração. Separamos dois dos principais para você tirar as suas dúvidas. Confira. 

 

Preenchimento com ácido hialurônico para rejuvenescimento facial

O preenchimento de ácido hialurônico é a técnica de rejuvenescimento não cirúrgica que visa repor o volume da face para diminuir os sulcos profundos, como o bigode chinês e as linhas de marionete. Com o ácido hialurônico, substância natural que está presente na camada cutânea, o preenchimento trata os sulcos profundos e aumenta o volume das áreas que com o tempo perdem os contornos na face.

O resultado não é permanente e dura em média 1 a 2 anos. Porém, a grande vantagem é que oferece resultados imediatos e não requer cirurgia.

 

Toxina Botulínica

A Toxina Botulínica, cujo produto pioneiro é o BotoxR , visa o tratamento de tratamento de rugas dinâmicas. Com a aplicação da toxina botulínica em pontos específicos da musculatura,  a força muscular se reduz no local aplicado, provocando seu relaxamento e amenizando as rugas de expressão.

Dessa maneira, para o rejuvenescimento facial, a toxina botulínica é recomendada para minimizar marcas de expressão mais avançadas ou para quem deseja prevenir os sinais do tempo na pele, por exemplo, pés-de-galinha nos cantos dos olhos.

O tratamento é realizado com a aplicação de quantidades muito pequenas da substância nos músculos subjacentes. 

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os principais procedimentos estéticos não cirúrgicos e procedimentos estéticos cirúrgicos para rejuvenescimento facial, conheça o trabalho do Dr. Marcos Grillo!

 

Sobre o Dr. Marcos Grillo

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, atuando há mais de 20 anos em Curitiba com alto preparo e qualidade. 

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo.

Como escolher um cirurgião para o meu procedimento?

Postado por explay em 20/abr/2021 - Sem Comentários

Confira alguns cuidados necessários para avaliar profissionais da área da saúde e seus serviços nas redes sociais, especialmente da área da cirurgia estética.

 

A Internet é um ambiente muito potente para o destaque de produtos, serviços e pessoas. Entretanto, com essa mesma intensidade, muitos profissionais utilizam-se dos benefícios da internet para inserir informações falsas nos seus currículos e, no caso de procedimentos estéticos, prometem resultados que muitas vezes são discutíveis.

Fique atento à dois principais tópicos!

A retórica para atrair clientes

Ao buscar o melhor profissional para realizar o seu procedimento estético, fique atento aos termos utilizados pelo profissional para promover os procedimentos. Nós denominamos de “retórica”para atrair clientes, todas as comunicações que expressem promessas cheias de resultados com pouco embasamento científico e técnico. Desconfie de promessas sem o enfoque verdadeiro na sua saúde.

Poucos detalhes e orientações para o período de recuperação

Um tópico comum a disseminação de informações na internet é também as não informações. Tome cuidado ao se deparar com páginas que falem pouco de tempo de recuperação para cirurgias, cuidados pós-operatórios e continuidade do tratamento. São a falta de informações que podem revelar a pouca experiência do profissional cirurgião. Dessa forma, evite se deixar levar por fake news ou procedimentos mirabolantes. Confie na qualidade e experiência  de quem atua há anos no mercado. 

Conheça o Dr. Marcos Grillo

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há 27 anos em Curitiba com alto preparo, qualidade e contínua atualização científica.

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Explore todos os conteúdos do Dr. Marcos Grillo em nosso site

Postado por explay em 16/abr/2021 - Sem Comentários

Há 27 anos realizando Cirurgias Plásticas estéticas e reparadoras, o Dr. Marcos Grillo é Cirurgião Plástico, Mestre e Doutor em Cirurgia Plástica formado pela Universidade de São Paulo. Com consultório em Curitiba – PR, proporciona atendimento de alta qualidade técnico-científica, visando a máxima segurança e qualidade para os pacientes.

No Site do Dr Marcos Grillo você encontra informações exclusivas sobre procedimentos estéticos não cirúrgicos e procedimentos de cirurgia plástica estética e reparadora. E, ainda, conteúdos com explicações técnicas do próprio Dr. Marcos Grillo. É uma equipe de profissionais em nosso site dispostos a levar o melhor em informação segura para a sua curiosidade em procedimentos cirurgicos. 

Blog e Artigos

Nas nossas áreas Blog e Artigos você encontra uma infinidade de textos sobre os principais temas do momento em procedimentos cirúrgicos e estéticos, com o olhar apurado de quem é especialista na área. Encontre dicas, informações técnicas e simplificadas ao mesmo tempo e obtenha o melhor em informação para o procedimento que você deseja realizar.

Vídeos

Encontre ainda, na área Vídeos, explicações em vídeo do próprio Dr. Marcos Grillo sobre assuntos como Rinoplastia, Mastoplastia, Lipoaspiração, dentre outros procedimentos.

Cirurgia plástica é coisa séria! Conte com informações seguras de quem é especialista e possui mais de 20 anos na área.

Conheça o Dr. Marcos Grillo

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras. Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar a nossos clientes.

Entre em contato, agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo. 

Miniabdominoplastia e abdominoplastia: entenda suas diferenças

Postado por explay em 25/mar/2020 - Sem Comentários

Conheça as diferenças entre os procedimentos de miniabdominoplastia e abdominoplastia.

A Cirurgia Plástica Abdominal se divide em dois principais procedimentos cirúrgicos: a abdominoplastia e a sua variante, a miniabdominoplastia. São cirurgias que ocupam o terceiro lugar entre as cirurgias plásticas mais procuradas no país.

Entenda as suas diferenças neste artigo! Confira:

Abdominoplastia

A abdominoplastia é indicada para casos em que exista flacidez considerável da pele e tecido gorduroso. Outro indicativo desta cirurgia é a diástase ou separação da musculatura na linha média do abdômen. Esta cirurgia possui uma cicatriz mais extensa e período de recuperação também maior.

Miniabdominoplastia

Já a miniabdominoplastia é indicada apenas para casos de flacidez leve. No procedimento,  a retirada de pele é menor e apenas a musculatura abaixo do umbigo é corrigida, não havendo a necessidade de mexer no umbigo.

Com cicatriz horizontal, prolongando-se lateralmente em menor extensão (um pouco mais extensa que da cesárea), a cicatriz da abdominoplastia também é disfarçada sob a roupa.

Qual a mais indicada?

O procedimento mais apropriado depende da análise da pele, da gordura e do músculo abdominal para compreender as alterações nestes três focos. 

Ambas são cirurgias plásticas que têm por objetivo remover e corrigir o excesso de pele do abdômen, mas o seu diagnóstico correto e escolha só pode ocorrer com presença e orientação médica

Conheça o Dr. Marcos Grillo Cirurgia Plástica

O Dr. Marcos Grillo é especialista em cirurgias plásticas estéticas e reparadoras, e atua há mais de 20 anos em Curitiba, com alto preparo e qualidade.

Ao lado de especialistas em regimes pós-operatórios e tratamentos pós-cirúrgicos, oferecemos segurança e bem-estar aos nossos clientes em cirurgias como abdominoplastias e miniabdominoplastias.

Agende uma consulta avaliativa e tire todas as suas dúvidas com o Dr. Marcos Grillo!