Rede hemostática na cirurgia plástica facial

Postado por Marcos Grillo em 01/ago/2013 - Sem Comentários

A confecção da rede hemostática na cirurgia plástica facial nada mais é que realizar, ao final da cirurgia, uma sutura em rede entre a pele e os tecidos profundos para reduzir os espaços descolados e dessa forma, diminuindo a incidência de hematomas. Estas suturas são removidas em 24 a 48 horas.

Foi desenvolvida por um cirurgião plástico paranaense, com grande experiência em cirurgia plástica facial mas que apresentava altos índices de hematomas no pós operatório imediato, necessitando reoperações.

Não tem efeito algum no resultado estético final. Podem ocasionar discromias na pele e cicatrizes tipo punturas.

Cirurgia do rejuvenescimento facial

Postado por Marcos Grillo em 06/fev/2013 - Sem Comentários

O objetivo da ritidoplastia ou “facelift” é devolver ao paciente uma aparência mais rejuvenescida, condizente com a idade cronológica e sem nenhum estigma de cirurgia. Isto é, o paciente se reapresenta ao convívio social com um ar de descanso e naturalidade.
Divide-se o rejuvenescimento facial em procedimentos cirúrgicos realizados nos terços superior, médio e inferior da face.

No terço superior (testa, supercílios e pálpebras), a cirurgia videoendoscópica é a técnica mais moderna, com cicatrizes reduzidas e sem alongar a fronte (testa). A blefaroplastia (plástica das pálpebras) também evoluiu muito nos últimos anos, sendo mais econômica na retirada dos excessos das bolsas e da pele, evitando a esqueletização das órbitas.

No terço médio se realiza a dissecção do retalho de pele e tecido celular subcutâneo para se fazer a abordagem do SMAS (sistema músculo aponeurótico superficial) que representa a suspensão da musculatura facial que se apresenta flácida devido a ação da força da gravidade. Assim se recompõe o volume da região malar (maçã do rosto) e se suavizam os sulcos nasolabiais (“bigode chinês).

No terço inferior da face, o rebordo mandibular é reconstituído por meio da tração do SMAS e parte do músculo platisma. Esse mesmo músculo que recobre as estruturas do pescoço pode ser abordado lateralmente e medialmente para o rejuvenescimento do mesmo.